quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Não estão ouvindo? São os ventos da mudança!

"Quando os ventos da mudança batem à porta você deve dar ouvidos ao seu som." (Janio Gardiola)


Há poucas semanas tive um embate de idéias com um colega de sala Anderson Ramom (quase xará) sobre a estrutura de marketing do mercado nacional de livros em formato digital, os agora popstars e-books. Ele argumentava qua aqui no Brasil ainda faltava desenvolver alguns aspectos do mix de marketing, que as coisas aqui ainda estão engatinhando, e eu por outro lado tentei contra-argumentar citando o exemplo de algumas grandes empresas do mercado livreiro nacional.

Para minha derrota ideológica, nosso professor de Gestão do Conhecimento, Guilherme Ataíde, que não ouviu o debate, chega na sala se lamentando pois havia comprado um Kindle e nele conseguia comprar livros muito bem obrigado pelo site da Amazon, entretanto quando tentou comprar e-books pelo site da editora Saraiva foi impedido pela alegação de que seu cartão é Internacional ¬¬ me responda se não é pra ficar neurastênico com uma resposta dessas.

Pra completar meu fevereiro, semana passada ocorreu aqui em minha capital Filipeia de Nossa Senhora das Neves, vulgo João Pessoa - PB, um festival internacional de livros. Eu fui lá todo ancho, pensando que encontraria um stand que apresentasse essa nova realidade tecnológica, essa nova febre mundial. Mas pro meu desgosto nada, nadinha mesmo sobre o assunto, nem um cartaz, nem um garoto segurando uma cartolina.

O bonde vai passando, quem ficar de bobeira vai perder sua pisada. Quanto a frase do início do post, eu inventei agora e inventei esse nome autor, maneiro né :D, fala ai se não deu uma credibilidade.

Pra vocês irem entrando no clima, vejam o vídeo de apresentação do Kindle pelo prof. Guilherme Ataíde:



Um texto interessante sobre a emergência dos e-books clique aqui