quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Luto

É interessante da dinâmica da vida, você não acha?
Discutia esse tema essa semana em uma disciplina de Sistemas de informação (por incrível que pareça), alguém levantou a questão de como partículas fundamentais(atômicas) se ligaram e foram aumentando o nível de complexidade de suas relações até chegarem a formar uma organela e essa compor uma célula, e essa algum tecido diferente do corpo de um animal e dos distintos animais que conhecemos (ufa). Uns colegas apostaram na idéia da bruta força natural proposta na teoria da evolução das espécies, eu prefiro pensar em desígnio, em projeto, em vontade executada.
Esses pensamentos sobre a vida voltaram enquanto eu dirigia meu uninho branco até uma central de velórios aqui da capital paraibana, Minha avó faleceu hoje.

. . .

A partir de quando os homens passaram a enterrar seus mortos? A se preocupar com a vida? Ou melhor, com a morte.
Você já parou pra pensar nisso? Os caras que acreditam na evolução chutam coisa de milhares de anos, sei lá quanto é isso! Tudo o que eu sei é que até hoje de manhã aquele corpo inerte estava sendo ventilado pelo sopro da vida, ainda que de forma modesta. Agora possui tanta vida quanto um tronco de mogno, quanto uma pedra de marmore, mas aquele feixe de moléculas tem um significado que árvore alguma ou mineral algum poderia ter, aquele agrupamento de células até alguns dias atrás proferia bençãos para seus netos e filhos, se lamentava por alguns caminhos que a vida tomou, sentia os sabores da nostalgia e da melancolia.
E em mim posso sentir uma parcela do que ela representava, não chorei muito, preferi me resignar, e pensar em coisas agradáveis do tempo que convivi com ela.
Sei que não sou nem de longe um personagem de "Cem Anos de Solidão" de Garcia Marques, minhas relações familiares não são tão trágicas, de tal forma que a saída de cena de dona Lourdes foi como sua vida, discreta, sem alarmes, pragmática e direto ao ponto.

. . .

Será que vou terminar o post assim mesmo? Sem pé nem cabeça? E o debate inicial evolução x design inteligente, não vou abordar mais nada?

Ah deixa que as idéias se digladiem por enquanto, logo logo Jesus vai voltar e explicará tudo tin-tin por tin-tin, o que me toma o pensamento agora é pensar na alegria de ver minha vó ser puxada do ceio da terra por mãos de anjos, e aí meu amigo.... o resto é resto.