terça-feira, 18 de novembro de 2008

Quem me conhece sabe como sou fissurado em aprender, aprender e aprender, mais e mais a cada dia, a cada hora, as vezes chego a ser chato. Não faço o tipo nerdão, mas nós da área de Informática caimos neste exteriótipo inevitavelmente, pois na busca por um lugar ao sol, temos que estudar a vera, as vezes virar as madrugas, abdicar de alguns momentos de diversão em busca do tão almejado saber.
Essa josta de comentario meu não deveria ser do tipo sermonete, mas tá sendo, vou direto ao assunto então.
Na época de faculdade tive uma séria desilusão amorosa com relação à Programação, eu gostava a vera de programar, quem me conhece sabe, estava estudando muito programação pra web, a pesar de minha área ser Redes de Computadores, eu tava estudando muito, tinha como um robi que me tomava algumas madrugadas, até que um impacto negativo em umas aulas de Java (não sei pq vi java no curso de redes, mas tudo bem) me fez deixar os estudos neste ramo do conhecimento meio que de lado.
Recentemente surgiu a necessidade de construir um site para a Igreja Adventista do Bessa (Sou adventista :D), ai tive que ir aos pouquinhos voltando a velha rotina solitária de programar, configurar servidor web, buscar alguns tutoriais pra ver o quão defasado estão meus conhecimentos e voilá, a gana que eu sentia naquela época parece estar voltando, estou até mais desejoso por cada vez mais conhecimentos.

E o que vocês têm a ver com isso????? não sei, só pensei que devemos ser capazes de recriar sempre artificios para que nos mantenhamos motivados, tenho uma missão agora, sei que devo investir algum tempo para escalar alguns pontos nesta interminável curva de conhecimento, me manter focado e motivado será o segredo.


É isso, e em tempo ou fora dele, tô feliz por que o Mengão deu uma surra de mão aberta no Palmeiras :D (nada a ver esse final neh)

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

"Pelé calado é um poeta"

Quero entender por que, no Brasil, temos a mania de achar que os melhores jogadores atuaram nas décadas de 50.60 e 70... sempre quis saber mas nunca parei pra meditar de fato no assunto, não de maneira completa, como tem alguns que conseguem passar horas horas a fio pensando no futebol. Quero deixar claro que sou apaixonado pelo esporte Bretão, sou flamenguista, mas isso não me impede de ter minhas próprias opiniões acerca de determinados assuntos e um deles é o futebol.

Teve um evento comemorativo em Estocolmo, comemorando os 50 anos da conquista do 1º campeonato mundial. O Pelé pra fazer gracinha resolveu abrir a boca pra comenta que Dunga não foi um bom Jogador. Bem palavras do Pelé:
– Muitos bons jogadores não deram certo como treinador. Foi assim com Didi, Vavá, Pepe no Brasil. Beckenbauer na Alemanha é uma exceção. Vamos ver como Maradona se sai. Dunga? Eu disse “bons jogadores”.

Pra informar o seu Edson (toh querendo me iludir, ele nunca lerá este blog kkkkk), assim como muitos bons jogadores não foram bons técnicos... também há muitos ex-jogadores extraordinários que se tornaram técnicos de sucesso. Só pra exemplificar: Johan Cruyff, Frank Rijkaard, Zico, Murici Ramalho, Telê Santana... Quer que eu continue ?????

Eu sou de uma geração que vivia escutando os mais velhos falarem da copa de 70 e como os jogadores Passeavam em campo, num tempo em que dava pra jogar bola andando, uma copa que Jairzinho, Gerson e Cia comeram a bola e Pelé levou toda a fama sozinho. Sou de uma geração que ficava doida para ver uma seleção que desencantasse, e o Parreira trouxe o desacreditado Dunga pra seleção, e depois de muita insistência de todos, ele completou finalmente o elenco com Romário. Vi esta seleção ser campeã e vi um Leão no meio campo chamado Dunga.
Que para mim Foi importantíssimo sim na conquista do Tetra

Então Concluo o Post com a frase que deu título ao Post de autoria de Romário:
"Pelé calado é um poeta"

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

O que acontece quando se bebe refrigerante








Primeiros 10 minutos: 10 colheres-de-chá de açúcar batem no seu corpo, o que significa: 100% do recomendado diariamente. Você não vomita imediatamente pelo doce extremo porque o ácido fosfórico corta o gosto.

Passados 20 minutos: o nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina. O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura. (É muito para esse momento em particular.)

Passados 40 minutos: a absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.

Passados 45 minutos: o corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como a heroína.)

Passados 50 minutos: o ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo. As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina.

Passados 60 minutos: as propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina. Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, dos quais seus ossos precisariam. Conforme a onda abaixa, você sofrerá um choque de açúcar. Ficará irritadiço. Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas que farão falta ao seu organismo.

Pense nisso antes de beber refrigerantes. Prefira sucos naturais. Seu corpo agradece!


Texto roubado descaradamente do site www.michelsonborges.com

Em tempo: Estive pensando um dia desses se uma determinada marca de refrigerantes promete ZERO açúcar e o mesmo sabor, então por que não faz todos os refrigerantes sem açucar????

segunda-feira, 16 de junho de 2008

quinta-feira, 12 de junho de 2008







"Mastruz e erva-cidreira

debaixo dum jatobá
menino querendo olhar
as calça da lavadeira
um chiado de porteira
um fole de oito baixo
pitomba boa no cacho
um canário cantador
caminhão de eleitor
com os voto tudo vendido
isso é cagado e cuspido
paisagem de interior."

Esses versos são fruto da mente marcada pelo nordestinismo de um cabra nascido em minha Campina Grande no estado da Paraíba.
Jessier Quirino é Arquiteto de Formação, porém seus dotes ultrapassam os calculos dos projetos arquitetônicos, antes é um apreciador e divulgador da cultura matuta.
É autor de Vários Livros onde expõe em suas poesias o cotidiano do povo do interior de um modo bastante característico e fidedigno.
Paisagem de Interior, A morte do matador, Voltando pro Nordeste são títulos de poesias em que Jessié empresta todo o seu conhecimento acerca do linguajar e do modo de viver do cabra que mora no interior.
Numa colher de chá procês eu vou encarcar o link pro site dele aqui, mas não caiam no costume não:
www.jessierquirino.com.br .
Dê uma googlada no nome de Jessier e você vai encontrar muito material, ouça, leia e comprove apreciando os versos de um verdadeiro menestrel Nordestino, que conduz com talento e simplicidade o legado deixado por Patativa.

segunda-feira, 9 de junho de 2008



Lembro-me que na época da graduação uma das discurções mais acaloradas entre um grande amigo Jefferson(verminose) e eu, ocorreu pelo fato de eu ter dito que os SKINHEADS sempre foram Neo-Nazistas, e o Jefferson categoricamente me corrigiu e depois de muita discursão e xingamentos de ambos os lados eu me senti curioso sobre o assunto e dei uma googlada pra saber mais sobre o histórico deste peculiar grupo da nossa sociedade, e acabei descobrindo que o verminoso tinha razão, em partes, no que dizia. Descobri que a cultura Skinhead nos primórdios do movimento estava ligada à música, mais precisamente ritmos como o ska, soul, rocksteady e reggae. O lance é que aqui no Brasil brasileiro surgiu uma subcultura derivada dos Skinheads que foram conhecidos por CARECAS, este grupo tem sido pivô de muitos ataques de cunho racista, homofóbico e xenofóbico.
Bom mas por que eu entrei nesse assunto aqui no meu blog?
primeiro por que eu quis!

Segundo por que em São Paulo neste fim de semana, três carinhas espancaram um policial(à paisana) que tentou defender um jovem que estava sendo espancado por ser negro. Há suspeitas que os jovens façam parte de algum grupo neo-nazista. Esta manhã no programa da rede Globo, Bom dia Brasil, foi dito que os "SKINHEADS" já estavam presos.
Entendi então o porque eu tinha na cabeça que os SKINHEADS eram os culpados de todos os crimes de racismo e intolerância na sociedade. Esse bolo tem ingredientes muito simples: Reunião de Jovens sem ideologia e propensos à violência se identificando com uma causa, Mídia taxando toda atitude preconceituosa como ação skinhead e, por fim, uma atitude pior, o cidadão comum não busca embasar seus conhecimentos estudando, lendo, pesquisando, antes prefere que a tv e outros meios lhes empurrem seus conceitos goela abaixo.

Não sou Skinhead, não simpatizo com suas ideologias, não tenho motivos para defender o movimento, e não o estou fazendo, apenas estou alertando para o fato de que as vezes julgamos mau determinado grupo de pessoas.
No final vi que meu Brother Verminose tinha um pingo de razão, e eu como sempre nunca posso deixar de ter a minha.

Buenas semanas!

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Mangaiero digital


"Fumo de rolo arreio de cangalha Eu tenho pra vender, quem quer comprar
Bolo de milho broa e cocada
Eu tenho pra vender, quem quer comprar..."
(Feira de Mangaio Sivuca)

Assim como na feira descrita pelo Mestre Sivuca, esse blog nasceu com
a missão de reunir vários assuntos que me interessam.
Aqui quero me sentir a vontade para falar sobre: quadrinhos,
ciências,Religião,Tecnologia, Artes, Política, enfim, tudo o que me der na telha.

Começo hoje e não sei aonde isso vai parar!